A crise segundo "Einstein"


















Cantidio, mi mejor amigo de Brasil me manda una reflexión de Einstein en portugues sobre la crisis que creo que nos dará mucha fuerza. Que maravilla de pais y que melodía la de su acento e idioma. Lo duro lo hace fácil. Así es Brasil, un país que sigue siendo la esperanza de las próximas generaciones. Lo peor son sus políticos.


"Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo". A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado". Quem atribue à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a "tragédia de não querer lutar para superá-la".


Albert Einstein


1 comentario:

Alfaraz dijo...

Los del video serán Cantidio y Einstein, digo yo.

.

Derechos reservados

Safe Creative #0806170073499

Bitácoras

Bitacoras.com